Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Ecos do Passado: um retrato em branco & preto de Ronaldo Nazário, o “fenômeno”, em seu começo no Cruzeiro

Da coluna Retrato em Branco&Preto, do jornal Sete Dias – www.setedias.com.br

Em janeiro de 1993 o técnico do Cruzeiro, Pinheiro, mandou chamar para se integrar ao grupo de profissionais, o juvenil Ronaldo Luiz Nazário de Lima. No dia da apresentação, na antiga Toca da Raposa, lá estava o repórter fotográfico do SETE DIAS, Fred A. Antoniazzi, para fazer este registro. Começava ali a trajetória de um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. O “Fenômeno”, Ronaldo, era utilizado nos jogos do juvenil pelo campeonato mineiro, enquanto a comissão técnica do profissional o preparava para atuar no time principal. Estreou em Poços de Caldas, no Estádio Ronaldo Junqueira, no dia 25 de maio de 1993, aos 16 anos de idade, na vitória de 1 a 0 da Raposa sobre a Caldense.

Um ano depois estava no grupo de Carlos Alberto Parreira, na seleção brasileira que seria tetracampeã do mundo na Copa dos Estados Unidos. Não entrou em nenhuma partida, mas na Copas seguintes, França/98, Japão/Coreia2002 e Alemanha2006, foi protagonista e se tornou o maior artilheiro brasileiro nas Copas.

Pelo Cruzeiro, marcou 56 gols em 58 partidas profissionais. Depois da Copa de 1994 foi jogar no PSV da Holanda, Barcelona, Inter de Milão, Real Madrid, Milan e Corinthians, onde encerrou a carreira em 2011.


Direitos de transmissão: os tempos mudaram e continuam mudando. TV Walter Abrahão compra jogos das eliminatórias

Walter Abrahão foi um grande locutor esportivo e morreu em 2011, aos 80 anos de idade. O filho dele, empresário e político (foi candidato a deputado estadual em São Paulo em 2018 e não foi eleito, com os 3.198 votos que obteve), rebatizou a Play TV, que era do Lulinha, filho do ex-presidente Lula. Deixou a Globo para trás e adquiriu pacote de 56 jogos das eliminatórias da Copa 2022, inclusive os da seleção brasileira fora de casa.

Detalhes no blog do Daniel Castro, no Uol:

* “TV Walter Abrahão”

A TV Walter Abrahão estreou em 16 de maio do ano passado, no lugar da Play TV (que pertenceu a Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva), e está disponível no canal 122 da Net/Cl Net/Claro, 161 da Sky, 143 da Oi TV e 150 na Gigabyte Canal. A rede foi comprada pelo empresário Walter Abrahão Filho em fevereiro de 2020. O nome foi escolhido em homenagem ao pai, Walter Abrahão (1931-2011), famoso locutor esportivo que fez história na TV Tupi (1950-1980) nas décadas de 1960 e 1970, com passagens pelo SBT e Rede Manchete (1983-1999) nos anos seguintes. Formado em Direito, ele foi eleito vereador em 1988 e reeleito em 1992. A TV Walter Abrahão lançou a sua programação própria há cinco meses, com uma grade que conta com atrações de assuntos variados, comandadas por nomes como a ex-BBB Jaque Khury e o humorista Fernando Caruso.

“Canal desconhecido surpreende e compra jogos do Brasil nas Eliminatórias”

O mercado de direitos de transmissão terá uma novidade em 2021. A TV Walter Abrahão, que substituiu a extinta Play TV (2006-2020), adquiriu um pacote de 56 jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022. O acordo dá ao canal ainda desconhecido do grande público o direito de exibir os jogos da Seleção Brasileira fora de casa. A informação foi antecipada por Milton Neves, colunista do UOL, nesta segunda-feira (25). O acordo foi assinado por Walter Abrahão Filho, dono da TV WA. (mais…)


Savarino fez até Jorge Sampaoli sorrir nesta vitória sobre o Santos no Mineirão

Fotos: twitter.com/Mineirao

Foi para o gasto, contra o time reserva do Santos, mas com boas atuações individuais e um belíssimo gol, o segundo do venezuelano.

Três pontos, que puseram o Atlético na terceira posição, com 57 pontos, à frente do Flamengo 55, atrás do líder Internacional, 62 e São Paulo com 58.

Essas fotos, excelente trabalho da assessoria de imprensa do Mineirão, postadas no twitter mostram algumas belas cenas dos 2 a 0 do Galo esta noite.

Cuca e Sampaoli na disputa particular na área técnica de cada um.

Keno deu passe na medida para o segundo gol do Savarino

Savarino, o nome do jogo

Até a lua marcou presença imponente esta noite.


Galo precisa vencer para continuar na briga por vaga direta da Libertadores

A cada rodada ouço e leio: “vencendo hoje, o Atlético se mantém na briga pelo título…”. E a distância para o líder só aumentando. Óbvio, por que o time não faz a parte dele, empatando ou perdendo, mesmo enfrentando adversários muito inferiores.

Da forma que repórteres e comentaristas falam, fica parecendo que o time do Atlético é fantástico, muito acima dos concorrentes. Como se a vitória já estivesse garantida, restando saber o placar. E muitos torcedores se iludem e acreditam. Aí começa o jogo e é aquilo!

Os motivos são diversos, mas basicamente pelas opções adotadas pelo treinador, que precisa ser mais cobrado mesmo. Exigiu mundos e fundos, foi atendido em todas as contratações que quis e o retorno está sendo briga por vaga direta na Libertadores.

Esta noite, o Santos entra com time reserva, já que sábado tem a decisão da Libertadores contra o Palmeiras. Mas Cuca estará no banco. Ótimo treinador.


Passado, presente e o futuro dos campeões brasileiros sub-20

Toda taça, em qualquer modalidade é importante e deve ser comemorada. Mas quando se fala de categorias de base, a importância é outra. O que fazer com os campeões depois das comemorações? O Cruzeiro foi campeão brasileiro quatro vezes. Alguém se lembra dos campeões que foram utilizados no profissional? O Galo foi campeão, domingo. Quantos serão aproveitados por Jorge Sampaoli ou por um eventual substituto dele?

Até os anos 1980 os clubes brasileiros recorriam de forma intensa às suas bases. Dos 1990 para cá o empresariado tomou conta, o futebol se tornou uma grande fonte de negócios. Veio a Lei Pelé e tirou o poder dos clubes menores, formadores, abrindo espaço para que “mercadores” tomassem conta.

Os clubes passaram a comprar e pagar fortunas de salários, de forma inconsequente. Começaram até a repatriar estrelas decadentes, bagaços, pagando o que não aguentavam, se endividando. A quebradeira bateu à porta e deu no que deu. Difícil dizer hoje qual grande clube brasileiro tem boa saúde financeira.

O Cruzeiro, quatro vezes campeão brasileiro sub-20, está aí, desse jeito.


Taça de campeão corre atrás do América, que mesmo sem entrar em campo ontem, tornou-se líder

Pois é! A Chapecoense que liderava por causa de mais gols marcados durante todo o campeonato, mas ontem, tomou de 2 a 0 do Operário, em Ponta Grossa. Com isso, o Coelho passou a liderar porque agora tem 41 gols marcados e a Chape, 39. No mais, empatados em número de pontos, de vitórias e até saldo de gols.

A decisão será sexta-feira, com os jogos marcados para o mesmo horário. O América recebe o Avaí e a Chapecoense recebe o Confiança. Tomara que o Coelhão não recuse mais essa oferta de ser campeão, dentro de casa.

P J V E D GP GC SG
1 América-MG 70 37 19 13 5 41 22 19
2 Chapecoense 70 37 19 13 5 39 20 19
3 Cuiabá 61 37 17 10 10 47 36 11
4 Juventude 58 37 16 10 11 51 42 9
5 CSA 57 37 16 9 12 49 36 13
6 Avaí 55 37 16 7 14 44 47 -3
7 Sampaio Corrêa 54 37 16 6 15 49 38 11
8 Ponte Preta 54 37 15 9 13 45 46 -1
9 Operário 54 37 14 12 11 39 34 5
10 CRB 49 37 14 7 16 43 44 -1
11 Brasil de Pelotas 49 37 11 16 10 31 32 -1
12 Cruzeiro 48 37 14 12 11 39 32 7
13 Guarani 48 37 13 9 15 41 47 -6
14 Confiança-SE 46 37 12 10 15 37 43 -6
15 Náutico 43 37 10 13 14 34 41 -7
16 Vitória 42 36 9 15 12 43 45 -2
17 Figueirense 39 37 9 12 16 33 42 -9
18 Paraná 36 36 9 9 18 34 49 -15
19 Botafogo-SP 34 36 8 10 18 26 37 -11
20 Oeste 26 36 6 8 22 27 59 -32

Juntaram-se a fome com a vontade de comer e Felipão se foi

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O treinador estava insatisfeito com tudo, já que o que fora combinado quando ele assinou contrato não estava sendo cumprido. Salários, de todos, atrasados, principalmente. Como cobrar excelência de um subordinado, seja jogador ou funcionário de outras áreas, se o patrão não cumpre o básico.

A diretoria também sentiu que apostou alto demais para a situação financeira caótica em que o clube se encontra. Felipão e demais membros da sua comissão técnica custam caro, merecidamente, diga-se. Mas a multa era pesada, e unilateral. Só o Cruzeiro é que pagaria, em caso de rompimento.

Ao que tudo indica, o telefonema de alguma federação sul-americana ou de algum outro clube tocou. Felipão deve ter gostado da proposta e fez um acordo para sair numa boa.

Ele foi elegante no comunicado que fez em suas redes sociais:

“Quando em outubro recebi em Porto Alegre o presidente Sérgio e diretoria, eu disse sim ao plano de construção de um novo Cruzeiro EC. Sabia do desafio que  era recuperar o time na Série B. Naquele momento havia uma grande ameaça de queda para a Série C. Todos nós naquela reunião assumimos o compromisso com este projeto. Um trabalho organizado onde todos deveriam dar sua contribuição, cada um no seu setor. Aceitei retornar com enorme prazer em ajudar e trabalhar pelo clube. Conseguimos recuperar o time na série B.
Agradeço aos atletas que ficaram aqui, que aceitaram nosso convite, aos integrantes da comissão técnica, funcionários e torcedores. Agradeço a todos que nos ajudaram na recuperação do time no campeonato”
“Desejo sucesso ao Cruzeiro EC para a próxima temporada”.

Luiz Felipe Scolari

***

O comunicado do Cruzeiro:

“O Cruzeiro Esporte Clube e Luiz Felipe Scolari decidiram, em consenso, terminar a segunda passagem do treinador multicampeão pela Raposa.

Colaborando com o Clube em seu momento mais desafiador na história, Scolari e sua comissão técnica cumpriram a importante missão de recuperar o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro da Série B, tendo dirigido a equipe celeste em 21 partidas, somando nove vitórias, oito empates e quatro derrotas.

Considerando as duas passagens, Luiz Felipe Scolari dirigiu o Cruzeiro em 96 partidas, obtendo 49 vitórias, 31 empates e 16 derrotas.

O Cruzeiro agradece e reconhece todo o trabalho, dedicação e profissionalismo de Felipão e seu staff para com o Clube neste momento importante, e deseja toda sorte e felicidade ao técnico campeão do mundo e sua comissão.”


Comentaristas, estes imprestáveis profetas do acontecido! Sobrou pra mim; e concordo!

Fotos: twitter.com/SCInternacional

Quem me ouve e lê, há de se lembrar que sempre disse que a profissão de comentarista esportivo é a mais fácil do mundo. Digo isso desde os tempos em que era “só” repórter setorista e de campo. Desde a rodada passada do Brasileiro, eu estava querendo postar estes comentários da turma aqui do blog, sobre nós, da mídia. O Galo tinha empatado com o Grêmio, em Porto Alegre:

Disse o Fred BH:

“Resultado péssimo, como o Juca Kfouri comentou “despedida do título”. Guga pé-de-moça, e dentro da área. Keno não dá passe, se livra da bola. Time com goleiro chama-gol não é campeão. Sampaoli matou o time com substituições pardal. Parabéns Internacional campeão!”

 

Júlio César Ramos

“Os “renomados” da imprensa, comentaristas que “sabem tudo”, já elegeram e negaram todos os times do G6. Do “favoritaço” Flamengo (melhor elenco do país, pra mim seria ou ainda pode ser o campeão) passando pelo Galo (que nunca foi candidato a campeão). Atlético teve uma intensidade no início que surpreendeu e sucumbiu às bobagens do Sampaoli.
Palmeiras se tornou “aquele” até ser salvo em SP pelo VAR contra o River.
Desconfiômetro ligado. E não podemos esquecer do inesperado Santos na Libertadores.
O apagado São Paulo e Fernando Diniz, de repente, os analistas surtaram. Opa, termos um novo Rinus Mitchel !! Ops, a carruagem já virou abóbora.
De zero à esquerda surge também, de repente, Abel e o Inter!
Entre os comentaristas renomados estão Juca, Milton Neves (esse já enquadrou uns 4 como cavalo paraguaio). Setoristas noticiam o que acontece nos clubes. Divulgam notícias.
Mas “comentarista de futebol” é algo inútil. Despesa desnecessária!
Comentários são pra torcedores!”

 

Pedro Vitor
“E o Abel Braga hein!?, acertou o time do Inter.

Quem diria hein Chico Maia!? rsrs.

Ainda há muitos jogos, mas o Inter deu passo importante vencendo o São Paulo, uma senhora goleada!”

Realmente, o Abel está calando a boca de todos que dizíamos que ele era um “ex-treinador em atividade”.

Vida que segue!


Futebol mineiro de luto pela tragédia aérea desta manhã em Tocantins

Marcus, filho de Marinho (ex-Atlético) e Ranule, ex-goleiro do Democrata de Sete Lagoas (foto: Twitter @democratajacarej/jornal Sete Dias), estão entre as vítimas do acidente que matou seis, inclusive o presidente do Palmas Futebol e Regatas, que jogaria amanhã, em Goiânia, contra o Villa Nova, pela Copa Verde.

Marcus Molinari era filho do centroavante Marinho, que jogou no Atlético.

Foto: Caio Aureliano/Na Batida do Esporte

Foi destaque do sub-20 do Araxá Esporte Clube em 2017, quando jogou com a camisa 10 e foi o artilheiro do Mineiro. A sua morte foi lamentada na cidade, como mostra o site do Diário de Araxá: www.diariodearaxa.com.br/ex-artilheiro-do-ganso-marcus-molinari-morre-em-acidente-aereo-envolvendo-seis-pessoas/

Ele jogava neste time de futsal do Galo, em 2008. É o oitavo, da esquerda para a direita, em pé. O goleiro, agachado à direita, é o Rodolfo, filho do Dr. Rodolfo Gropen, ex-presidente do Conselho Deliberativo do Atlético. Seguiu a carreira do pai e hoje é também um grande advogado.

Em foto de álbum da família, Ranule com a esposa e filhos, que moram em Sete Lagoas.  O Democrata manifestou solidariedade às famílias por meio de suas redes sociais:

* “Democrata Futebol Clube @democratajacare): Luto.
Com muita tristeza, recebemos a notícia de que nosso eterno paredão, Ranule Gomes dos Reis, 27 anos, faleceu neste domingo (24), vítima de acidente aéreo. Ranule foi formado no Democrata e se profissionalizou no Clube, onde conquistou o acesso ao Módulo II em 2012 e 2017.”

Mais detalhes no Superesportes e jornal Sete Dias:

* “Ranule, ex-goleiro do Democrata, morre em acidente aéreo com mais cinco pessoas”

https://www.setedias.com.br/noticia/manchete/53/ranule-exgoleiro-do-democrata-morre-em-acidente-aereo-com-mais-cinco-pessoas/24857

“Filho de Marinho, ex-atacante do Atlético, morre em acidente aéreo”

* Marcus Molinari atuava pelo Palmas e seguia rumo a Goiânia

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2021/01/24/noticia_atletico_mg,3889873/filho-de-marinho-ex-atacante-do-atletico-morre-em-acidente-aereo.shtml


Time do Atlético é cara do seu treinador: imprevisível, instável …

…e inconfiável!

Na 16ª rodada, quando o Galo liderava o campeonato, joguei no “piloto automático” em relação à conquista do título, quando grande parte da imprensa nacional o apontava como favorito absoluto. Foi depois do 1 x 1 com o Fluminense, no Mineirão. O time carioca, ainda comandado por Odair Hellmann, cheio de juniores e jogadores medianos, deu um show de bola no primeiro tempo e saiu na frente no placar. Na segunda etapa o Galo empatou aos seis minutos e passou a mandar no jogo. Mas ali, vi que era um time instável, que não dava para apostar que teria trajetória de campeão. A cada jogo uma escalação diferente, sistema de jogo idem.

Tem bons jogadores, mas até hoje, terminando o campeonato, não há um time definido, nem forma de jogar. Aquela intensidade toda dos primeiros jogos, que fazia lembrar o “carrossel holandês” dos anos 1970, não se repetiu na sequência da competição porque é difícil de ser mantida em muitos jogos seguidos. A condição física de todos os jogadores tem que ser acima da média geral e o elenco do Galo não tem quantidade suficiente de atletas que dê conta disso.

Essa derrota para o Vasco, um dos piores times do Brasileiro 2020, só confirmou o que assistimos em muitas partidas contra adversários desse nível: um time inconfiável.

Alguns comentários que explicam este 3 x 2 em São Januário e o time em si:

Heverton Guimarães

@hevertonfutebol

Atlético hoje foi um complexo de erros: Hyoran errou o penal,Arana errou no lance do gol,Sampaoli por ñ ter feito as alterações já no intervalo. Os q foram escalados no time titular erraram qdo deixaram o nível de concentração baixo demais. Algo modificado apenas após mudanças.

Procópio Cardozo

@procopiocardozo

Os erros de posicionamento são muito infantis para essa altura do campeonato. É um time sem maturidade para ser campeão.

Edu Panzi

@edupanzi

Atlético cometeu erros (ofensivos/defensivos) capitais, q um time q briga pela ponta da tabela numa reta final de campeonato não pode cometer. Pra piorar, após o 2º gol do Vasco o Galo desabou mentalmente. Quem erra tanto merece estar atrás no placar. O 2ºT terá q ser perfeito…


Stefano Venuto

@StefanoVB

Tem muito tempo que eu não fico tão triste com um time, não só por mim, pelo resto da torcida, eu me irritei várias vezes porque o Galo perdeu títulos, muitas vezes roubado, com o dedo sujo da CBF, mas esse ano não t desculpa, os caras não sabem o que o torcedor passa, num pode.

Iran Barbosa

@iranbarbosa

Ser campeão ou ter Everson no gol. Os dois não dá.


Página 1 de 1.17912345...102030...Última »